br>

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Ai gente, achei isso lindo!!! Tirado do blog "tem casa que tem..."

O que realmente importa...
Eu sou caríssima!!!! Rara...
Meu valor excede o das mais finas jóias...
Estou vestida de força e dignidade, não me preocupo com o amanhã, falo com sabedoria e a instrução da bondade está na minha língua...
Minha beleza não está nos enfeites, nos cabelos, nem em jóias de ouro ou roupas finas, mas está no meu interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranquilo, o que é de grande valor pra Deus...
Fui comprada por um alto preço, e nada mais me importa...
Penso nas coisas do alto e não mais nas terrenas...
Nada se compara ao que Jesus fez por mim...
Ele me faz feliz...
Me tirou de um lamaçal, firmou meus pés, me deu a verdadeira liberdade...
Nada se compara ao que Ele me deu, me dá, e sei que a cada dia me dá ainda mais...
Tenho defeitos sim, mas eu amo muitoooo e o amor é o vínculo da perfeição, então estou perto dela... O Senhor de toda a terra, se importou em saber meu nome, e se importou em sentir minha dor...
A brilhante estrela da manhã, me escolheu e iluminou meu coração sempre duvidoso...
Não por causa de quem eu sou, nem do que eu fiz...
Mas por causa do que Ele fez...
Por causa de quem Ele é...
Ele me ouve quando estou chamando, e me prende em seus braços quando estou caindo. E Ele me disse quem eu sou....
EU SOU DELE!!!!! Propriedade do grande EU SOU!!!!!! Os olhos que vêem o nosso pecado, olharam em mim com amor, e prestaram atenção em mim, e me levantaram outra vez...
A voz que acalmou o mar me chamou através da chuva...
E acalmou a tempestade q havia em mim...
Quem devo eu temer? Eu sou d'Ele...
E nada me toca se Ele não permitir, estou debaixo de suas asas, meu nome está gravado na palma de Suas mãos....
O Senhor me chamou desde o meu nascimento, fez menção do meu nome, de minha boca uma espada afiada, me escondeu na sombra de sua mão, me tornou flecha polida em sua aljava...
Ele me disse: você é minha serva, em quem mostrarei o meu esplendor...
Também farei de ti uma luz para os gentios, para que você leve a minha salvação até os confins da terra. Ele me escolheu pra ser vencedora, e é exatamente o que eu sou, passo por lutas, desertos, fornalhas, mas Ele é comigo e a cada dia renova as minhas forças para viver....
Essa sou eu......
"Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e de público a louvarão as suas obras. "O que me é devido está nas mãos do Senhor, e a minha recompensa está com o meu Deus...
(texto de Elisiane Rosa)

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

20 dicas para o sucesso

01- Tenha um aperto de mão firme;
02- Olhe as pessoas nos olhos;
03- Gaste menos do que ganha;
04- Saiba perdoar a si mesmo e aos outros;
05- Trate os outros como gostaria de ser tratado;
06- Faça novos amigos;
07- Saiba guardar segredos;
08- Não adie uma alegria;
09- Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados;
10- Sorria;
11- Aceite sempre uma mão estendida;
12- Pague suas contas em dia;
13- Não ore apenas para pedir coisas. Ore para agradecer e pedir sabedoria e coragem;
14- Dê às pessoas uma segunda chance;
15- Não tome nenhuma decisão quando estiver cansado ou nervoso;
16- Respeite os seres vivos, principalmente os indefesos;
17- Dê o melhor de si no seu trabalho;
18- Seja humilde, especialmente nas vitórias;
19- Jamais prive uma pessoa de esperança, pode ser que ela só tenha isso;
20- Ame a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como o ti mesmo.

domingo, 4 de outubro de 2009

Eu que fiz!







Estes palhacinhos foram tirados do blog da Edna Thomazini. Ficaram lindos, não acham? Obrigada Edna!


Vejam os originais. Eram menores.


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

DESENVOLVENDO A AMIZADE COM DEUS - Parte 1

Ele oferece a sua amizade ao justo. Provérbios 3:32

Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Tiago 4:8

Você está tão perto de Deus quanto escolher estar.
A exemplo de qualquer amizade, você deve se esforçar para desenvolver sua amizade com Deus. Isso não acontecerá por acidente. É necessário querer, ter tempo e energia. Se você deseja um vínculo mais profundo e íntimo com Deus, deve aprender a partilhar de forma honesta com ele os seus sentimentos, ter confiança quando ele lhe pedir para fazer algo, aprender a se importar com aquilo com que ele se importa e desejar sua amizade mais do que qualquer outra coisa.
Devo optar por ser sincero com Deus. O primeiro elemento fundamental de uma amizade mais profunda com Deus é ser absolutamente sincero --- a respeito de suas falhas e sentimentos. Deus não espera que você seja perfeito, mas insiste em que você seja absolutamente sincero. Nenhum dos amigos de Deus que aparecem na Bíblia era perfeito. Se a perfeição fosse um requisito para a amizade com Deus, jamais poderíamos ser seus amigos. Felizmente, em virtude da graça de Deus, Jesus ainda é amigo de [...] pecadores (Mateus 11:19).

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Um pouco de nostalgia...

Mike, Simony, Toby e Jairzinho

Quem nasceu na década de 70 provavelmente se lembra desta turma, a Turma do Balão Mágico.
Jairzinho
Toby
Simony
Mike


Navegando pela net encontrei estas fotos dos quatro integrantes atualmente.
Estes dias mostrou aquele famoso ladrão que viveu aqui no Brasil. E vejam que coincidência! O Mike é filho deste homem!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

LIXINHO DE MESA PARA COSTURA


MATERIAL

1 azulejo de 10x10cm
20cm de manta acrílica
plumante para o alfineteiro
paninho estampado ( tipo aplique)
20 cm de dois ou três tecidos combinando (20cm de cada)
linha de costura para pesponto
dois botões

Começe cortando a manta acrílica com 12x24cm e costure em volta do azulejo, encapando-o.
Corte 4 tiras de 10x6cm, para as alças. Una cada duas tiras, direito com direito, deixem uma extremidade
aberta. Desvire.
Corte uma peça de 13x26cm para fazer a capa do azulejo; dobre ao meio e marque com o ferro. Costure
as alças a 1,5cm da marca da dobra. Dobre novamente, direito com direito e feche as laterais, desvire.
Encape o azulejo, fechando o fundo com pontos invisíveis.
Recorte o paninho estampado deixando uma borda de 0,75cm em volta como margem de costura.
Corte uma tira de tecido da altura de seu paninho, costure uma parte para cada lado, sendo que no final
terá que ter uma medida de 36cm de comprimento.
Costure uma tira de outro tecido em cima e uma em baixo da peça feita anteriormente sendo que no final
terá que ter uma peça de 20x36cm.
Coloque uma manta na peça com auxiliode uma costura em ziguezague. Faça um quilting como quiser.
Feche a peça na lateral.
Centralize a costura e feche em baixo, faça uma costura tipo "caixa de leite", com mais ou menos 2,5 cm
para cada lado da costura.
Corte o tecido para o forro de 20x36cm, proceda da mesma forma que o saquinho anterior. Coloque o forro
no saquinho e arremante com um viés. Corte uma tira de 40x5cm dobre ao meio no sentido do comprimento
ficando com um viés de 2,5x40cm. Pregue em volta do saquinho a maquina e arremate a mão com pontos
invisíveis para a parte de dentro.
Para terminar prenda seu saquinho nas alcinhas com botões.
Bom divertimento!
Seu ateliê vai ficar um charme com esta peça!
Meninas, esse é o PAP do lixinho, cada uma faz como gosta mais, e coloca os acessórios que possuem,
bom final de semana a todas!
Bjnhos.
Com muito carinho,

Contribuição de Andréia Brust

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Deus preferiu contar comigo

"Só Deus pode criar, mas eu posso
valorizar o que Ele criou.
Só Deus pode dar vida, mas eu posso
transmiti-la e respeitá-la.
Só Deus pode dar fé, mas eu posso
dar meu testemunho.
Só Deus pode dar paz, mas eu posso
semear união.
Só Deus pode dar força, mas eu posso
apoiar a quem desanimou.
Só Deus pode infundir esperança,
mas eu posso restituir a
confiança a um irmão.
Só Deus pode dar alegria, mas eu
posso sorrir a todos.
Só Deus é o caminho, mas eu
posso indicá-lo aos outros.
Só Deus é a luz, mas eu posso
fazê-la brilhar no mundo.
Só Deus pode fazer o impossível,
mas eu sempre posso fazer o possível.
Só Deus pode fazer milagres,
mas eu posso fazer sacrifícios.
Só Deus basta a Si mesmo,
mas Ele preferiu contar Comigo."
Autor desconhecido
blog adrianaartesanatoemeva.blogspot.com

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Para Refletir


A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela usa, na imagem que ela carrega, ou na maneira que ela penteia os cabelos.
A beleza da mulher tem que ser vista a partir dos seus olhos, porque essa é a porta para o seu coração, o lugar onde o amor reside.
A beleza da mulher não está nas marcas do seu rosto. Mas a verdadeira beleza numa mulher está refletida na sua alma, está no cuidado que ela amorosamente tem pelos outros e a paixão que ela demonstra.
"Mulher Virtuosa, quem achará?
http://dicasdemulhervirtuosa.blogspot.com/2009/04/perca-peso-com-saude.html

domingo, 19 de julho de 2009

SUBIR OU DESCER?

F.B. Meyer disse, certa vez : "Eu costumava pensar que as dádivas de Deus estavam em prateleiras uma acima da outra, e que, quanto mais alto crescíamos em nosso caráter cristão, mais fácil podíamos alcançá-las. Eu agora penso diferente. Creio que as dádivas estão em prateleiras, uma debaixo da outra.
Não se trata de subir o mais alto e,sim, de descer o mais baixo. Quanto mais nos humilhamos diante do Senhor, melhores dádivas receberemos." Quando nos orgulhamos, achando que somos melhores ou sabemos mais do que os outros, perdemos as bênçãos do nosso Deus. Quando reconhecemos que "sem Ele nada podemos fazer", encontramos as bênçãos desejadas e a felicidade que tanto ansiamos.
Paulo Barbosa
Blog Amor em Ensinar

sexta-feira, 17 de julho de 2009

COMO NÃO EDUCAR SEU FILHO!


1 - Comece na infância a dar a seu filho tudo o que ele quiser. Assim, quando ele crescer,acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que ele deseja.
2 - Quando ele disser nomes feios, ache graça. Isso fará considerar-se interessante.
3 - Nunca lhe dê qualquer orientação religiosa. Espere que ele chegue aos 21 anos e “decida por si mesmo”.
4 - Apanhe tudo o que ele deixar jogado: livros, sapatos, roupas. Faça tudo para ele, para que aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade.
5 - Discuta com freqüência na presença dele. Assim não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde.
6 - Dê-lhe todo o dinheiro que quiser.
7 - Satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida e conforto. Negar pode acarretar frustrações prejudiciais.
8 - Tome partido dele contra vizinhos, professores e policiais. (Todos têm má vontade com seu filho).
9 - Quando ele se meter em alguma encrenca séria, dê desculpa: “Nunca consegui dominá-lo”.
10 - Prepara-se para uma vida de desgosto.
Livro: Educar pela conquista e pela Fé (Professor Felipe Aquino)
Blog Amor em Ensinar

segunda-feira, 22 de junho de 2009


“ Somos donos de nossos atos, mas não donos de nossos sentimentos; Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos; Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados, sentimentos são pássaros em vôo. . .” ( Mario Quintana )

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Divagações sobre o que é ser crafter e por que consumir crafts

Vocês que circulam por aqui já devem ter sacado que o ato de fazer artesanato, crafts ou trabalhos manuais (a terminologia mais adequada costuma gerar muita discussão) sofreu uma reviravolta com a internet. O que antes era atividade de vovós ou passatempo de donas-de-casa, pelo menos no imaginário comum, está sendo levado mais a sério como negócio. Fato interessante é que muitas pessoas jovens e bem instruídas, com ensino superior, diplomas e especializações variados, estão se dedicando a fazer trabalhos artesanais e isso parece ser um fenômeno mundial. Juventude e formação acadêmica não garantem necessariamente qualidade, mas certamente introduzem uma nova cara às técnicas tradicionais, que estão, aos poucos, é verdade, deixando de ser vistos como um sub-emprego malfadado para se tornar uma atividade rentável.
Esse novo perfil de artesão foi se consolidando com o surgimento de sites, fóruns, blogs e comunidades online relacionadas ao tema. Muitos aproveitaram a experiência que já tinham em casa, graças às mães, avós e/ou tias prendadas, para se dedicar a algum trabalho artesanal e divulgá-lo pela rede. Outros se utilizaram da própria web e de seus zilhões de tutoriais para aprender sozinhos a dar os primeiros passos, esmiuçar alguma técnica e vender seus produtos. Não sei dizer se há um caminho melhor, mas acredito que o valor individual, a bagagem, o bom gosto e a determinação são mais importantes do que o modo como você dominou algum processo.
O bacana disso tudo é perceber como o trabalho artesanal difundido pela internet provocou uma mudança efetiva na vida das pessoas. Um bom exemplo é o de mães que tiveram que abandonar seus empregos para criar os filhos e encontraram independência e valorização numa atividade manual sem abrir mão do tempo com as crianças. Ok, antes que as mais feministas me lancem um vudu, não acho que se dedicar aos crafts seja um retrocesso, seja coisa de mulher desocupada, de mães desempregadas que aceitaram o trabalho manual como um consolo, como um ato último de resignação, pelo contrário, percebo que muitas encontraram no meio de agulhas, linhas, papéis e tintas uma sensação libertária e prazerosa e que isso as fez desfrutar de mais qualidade de vida, essa coisa tão reivindicada quanto escassa hoje em dia. Digo isso porque ainda há muito ceticismo quando você se anuncia como artesão ou crafter. Há os que pensam que você está achincalhando as conquistas das mulheres no mercado de trabalho e que com a sua formação, você deveria estar vestindo um tailleur preto, subindo o elevador de um prédio bem bacana para uma reunião com a diretoria de uma multinacional. Outros simplesmente acham que você só pode estar brincando, delirando de fome, ou então, pronto, virou hippie!
Bem, esse estado de descrença que paira sobre as cabeças de quem trabalha com crafts denota bem a confusão sobre o papel, principalmente da mulher, nos dias de hoje. O trabalho manual, feito em casa, que muita gente ainda vê como um recuo nas demandas feministas, está sendo abraçado por mulheres jovens, que dão uma cara divertida, moderna e diferente ao velho crochê e tricô, por exemplo, sem que isso seja encarado como uma atividade menor, simplória, de “mulherzinha”.
O legal em reler uma técnica antiga é que o consumidor passa a ver o produto sob outras perspectivas. Aquela toalhinha bordada que ficava em cima da cômoda da sua avó agora tem cores e formas bem mais atuais, saem as tradicionais flores e entram corujas e caveiras, por exemplo (e eu gostaria de saber por que essas imagens são tão recorrentes no Etsy...). Uma rápida vasculhada em sites e lojas especializados em vender esse tipo de produto permite perceber que não há similares nas grandes lojas e nos shoppings. Então uma conclusão banal, mas importante, é que a vitalidade do produto artesanal reside justamente em conseguir se situar fora do mainstream, principalmente da produção massiva globalizante, de ritmo chinês, que fez as coisas ficarem mais baratas e mais iguais, algumas com qualidade bem duvidosa. E é justamente esse traço outsider que fez com que emergissem na rede alguns ditos “movimentos craft” ou até “manifestos craft”, tentando politizar essa nova onda de artesãos, dando a ela um quê de resistência e protesto. Nessa lógica, os crafters se situariam no mesmo terreno das bandas ou dos videomakers independentes. Vejo que os norte-americanos, particularmente, gostam muito dessa visão. No site I buy handmade, há vários links para blogs e sites que tratam de consumo consciente e criticam as grandes corporações. Yes, eu concordo que trabalhar com crafts é, até certo ponto, social e ecologicamente correto, afinal rios não são poluídos, a produção não é alienante e um batalhão de pessoas não é subempregado num chão de fábrica apinhado de máquinas, mas não me sinto nada confortável com esse viés socialista que se tenta promover por lá. Acho exagerado, afinal, de um jeito ou de outro, dependemos das grandes corporações (eu gosto de comprar bons materias, máquinas e utensílios para o meu trabalho!), precisamos de dinheiro, precisamos viver com dignidade e isso é bacana para a economia.
Bom, em vez de ver a coisa apenas por este ângulo social e “consciente”, prefiro pensar que o trabalho artesanal deve ser consumido e valorizado pelo que é em si. Explico: há muitos crafters suprindo nichos que as grandes lojas não atendem, ou seja, entendendo seu cliente e o que ele quer. Se você está prestes a fazer sua viagem dos sonhos e procura um diário de viagens à altura, provavelmente não vai encontrá-lo na papelaria da esquina, mas pode achar um caderno perfeito, feito com papéis especiais, com estampas diferentes e lombada artesanal no ateliê de um crafter ou então, se você quer sair da mesmice e procura aquele vestido com uma gola super bacana e botões vintage garimpados com carinho, vai ver que ele não é vendido nos shopping centers, que geralmente tentam nos enfiar goela abaixo a moda das revistas... E, mais importante: o consumo de objetos craft geralmente implica numa relação direta, pessoal e respeitosa entre artesão e consumidor. Alguns produtos são feitos sob medida, ou seja, há uma pessoa ou uma equipe dispensando seu tempo para atender exclusivamente um cliente. Num mundo cada vez mais impessoal, onde se compra a rodo e a toda hora, acho que consumir crafts aumenta e diversifica as opções de compra, afaga os olhos e faz bem para a alma!
E vocês, o que acham?
Por Emy Kuramoto, blogueira convidada do Mês. superziper.blogspot.com

EVOLUÇÃO...


Retirado de guardiadaverdade.blogspot.com

O HOJE...



Aí um dia você toma um avião para Paris, a lazer ou a trabalho, em um vôo da Air France, em que a comida e a bebida têm a obrigação de oferecer a melhor experiência gastronômica de bordo do mundo, e o avião mergulha para a morte no meio do Oceano Atlântico. Sem que você perceba, ou possa fazer qualquer coisa a respeito, sua vida acabou. Numa bola de fogo ou nos 4 000 metros de água congelante abaixo de você naquele mar sem fim.Você que tinha acabado de conseguir dormir na poltrona ou de colocar os fones de ouvido para assistir ao primeiro filme da noite ou de saborear uma segunda taça de vinho tinto com o cobertorzinho do avião sobre os joelhos. Talvez você tenha tido tempo de ter a consciência do fim, de que tudo terminava ali. Talvez você nem tenha tido a chance de se dar conta disso. Fim. Tudo que ia pela sua cabeça desaparece do mundo sem deixar vestígios. Como se jamais tivesse existido. Seus planos de trocar de emprego ou de expandir os negócios. Seu amor imenso pelos filhos e sua tremenda incapacidade de expressar esse amor. Seu medo da velhice, suas preocupações em relação à aposentadoria. Sua insegurança em relação ao seu real talento, às chances de sobrevivência de suas competências nesse mundo que troca de regras a cada seis meses. Seu receio de que sua mulher, de cuja afeição você depende mais do que imagina, um dia lhe deixe.Ou pior: que permaneça com você infeliz, tendo deixado de amá-lo. Seus sonhos de trocar de casa, sua torcida para que seu time faça uma boa temporada, o tesão que você sente pela ascensorista com ar triste. Suas noites de insônia, essa sinusite que você está desenvolvendo, suas saudades do cigarro. Os planos de voltar à academia, a grande contabilidade (nem sempre com saldo positivo) dos amores e dos ódios que você angariou e destilou pela vida, as dezenas de pequenos problemas cotidianos que você tinha anotado na agenda para resolver assim que tivesse tempo.Bastou um segundo para que tudo isso fosse desligado. Para que todo esse universo pessoal que tantas vezes lhe pesou toneladas tenha se apagado. Como uma lâmpada que acaba e não volta a acender mais. Fim.Então, aproveite bem o seu dia. Extraia dele todos os bons sentimentos possíveis. Não deixe nada para depois. Diga o que tem para dizer. Demonstre. Seja você mesmo. Não guarde lixo dentro de casa. Não cultive amarguras e sofrimentos. Prefira o sorriso. Dê risada de tudo, de si mesmo. Não adie alegrias nem contentamentos nem sabores bons. Seja feliz. Hoje. Amanhã é uma ilusão. Ontem é uma lembrança. No fundo, só existe o hoje.
Por Adriano Silva 04/06/2009 – REVISTA EXAME

terça-feira, 16 de junho de 2009

Definição de Saudade...


Depoimento de um médico oncologista do Recife.
No início da minha vida profissional, senti-me atraído em tratar crianças, me entusiasmei com a oncologia infantil.
Recordo-me com emoção do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional. Nesse hospital, comecei a freqüentar a enfermaria infantil, e a me apaixonar pela oncopediatria. Mas também comecei a vivenciar os dramas dos meus pacientes, particularmente os das crianças, que via como vítimas inocentes desta terrível doença que é o câncer.
Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento destas crianças. Até o dia em que um anjo passou por mim.
Meu anjo veio na forma de uma criança já com 11 anos, calejada por anos de tratamentos os mais diversos e todos os desconfortos trazidos pelos programas de quimioterapias e radioterapia. .. Mas nunca vi meu anjo fraquejar. Já a vi chorar sim, muitas vezes, mas não via fraqueza em seu choro. Via medo em seus olhinhos algumas vezes, e isto é humano! Mas via confiança e determinação. Ela entregava o bracinho à enfermeira e com uma lágrima nos olhos dizia: faça tia, é preciso para eu ficar boa.
Um dia, cheguei ao hospital de manhã cedinho e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. E comecei a ouvir uma resposta que ainda hoje não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.
Meu anjo respondeu:
- Tio, às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondida nos corredores. Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade de mim. Mas eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!
Pensando no que a morte representava para crianças, indaguei:
- E o que a morte representa para você, minha querida?
- Olha tio, quando a gente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e no outro dia acordamos no nosso quarto, em nossa própria cama não é?
- É isso mesmo, e então?
- Vou explicar o que acontece, continuou ela: Quando nós dormimos, nosso pai vem e nos leva nos braços para o nosso quarto, para nossa cama, não é?
- É isso mesmo querida, você é muito esperta!
- Olha tio, eu não nasci para esta vida! Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira!
Fiquei "entupigaitado" . Boquiaberto, não sabia o que dizer. Chocado com o pensamento deste anjinho, com a maturidade que o sofrimento acelerou, com a visão e grande espiritualidade desta criança, fiquei parado, sem ação.
- E minha mãe vai ficar com muita saudade minha, emendou ela. Emocionado, travado na garganta, contendo uma lágrima e um soluço, perguntei ao meu anjo: - E o que saudade significa para você, minha querida?
- Não sabe não, tio? *Saudade é o amor que fica!*
Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um a dar uma definição melhor, mais direta e mais simples para a palavra saudade: é o amor que fica!
Um anjo passou por mim...
Foi enviado para me dizer que existe muito mais entre o céu e a terra, do que nos permitimos enxergar.Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas me deixou uma grande lição, vindo de alguém que jamais pensei, por ser criança e portadora de grave doença, e a quem nunca mais esqueci. Deixou uma lição que ajudou a melhorar a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com meus doentes , a repensar meus valores.
Hoje, quando a noite chega e o céu está limpo, vejo uma linda estrela a quem chamo "meu anjo, que brilha e resplandece no céu". Imagino ser ela, fulgurante em sua nova e eterna casa.
Obrigado anjinho, pela vida bonita que teve, pelas lições que ensinaste, pela ajuda que me deste.
Que bom que existe saudades!
O amor que ficou é eterno..

quarta-feira, 10 de junho de 2009

A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO



Ninguém vive só...
Mesmo as estrelas do céu vivem juntas;
Mesmo a águas do oceano se espraiam em conjunto;
Mesmo as lágrimas rolam duas a duas, não raro acompanhadas de um sorriso.
Ninguém vive só...
Mesmo as folhas pequeninas dos arbustos dormem juntas;
E os pássaros cortam seus ares em revoada.
Ninguém vive só...
Mesmo as pedras, procurando caminho, porque o caminho não é deserto, mas transitado pelos homens;
Mesmo as flores procuram jardins, porque os jardins são visitados.
Ninguém vive só...
E nesta grande harmonia de conjunto, nesta constante busca do outro;
Neste irresistível poema de sociabilidade;
Nos situamos como gente.
Ninguém vive só...
Situar-se como gente é abandonar a idéia do EU;
A atitude do egoísmo para aderir ao NÓS, EU, VOCÊ, TODOS NÓS;
Abertos, confiantes, construtivos, comunitários, sociais.
POR ISSO VOCÊ É IMPORTANTE NO NOSSO CONJUNTO!
Por isso foi e será tão importante sua amizade, sua colaboração.
NOSSO TRABALHO INTEGRAL.
(autor desconhecido)


Blog Amor em Ensinar

terça-feira, 9 de junho de 2009


"Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explosão numa tipografia."

terça-feira, 26 de maio de 2009

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Pescaria








Os peixinhos são de e.v.a. com um clip na ponta. A varinha é feita com um palito de churrasco, linha de anzol e imã. By Dheya Carvalho.


Outra idéia de reciclagem de lata

Este também é do Painel Criativo.

latas recicladas




Direitos da Criança Cristã

1. Direito a não morrer pelos pecados cometidos. Jesus já pagou o preço exigido por Deus (Rm 5.8).
2. Direito de conhecer o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14.6).
3. Direito a ser filho de Deus através de Jesus Cristo (Jo 1.12).
4. Direito à vida abundante em Cristo (Jo 10.10).
5. Direito a ter uma armadura completa para defender-se do mal (Ef 6.11).
6. Direito de orar e receber resposta (Mt 7.8).
7. Direito de ressuscitar no último dia (1 Ts 4.14).
8. Direito a um novo nome na Glória (Ap 2.17b).
9. Direito a pertencer ao corpo de Cristo e atuar como parte importante nele (1Co 12.22).
10. Direito de receber proteção e cuidado especial para obter um crescimento saudável no conhecimento de Deus.

Feitos com jujuba

adrinarte.blogspot.com


Este é do Painel Criativo.



Idéia para o Dia dos Pais


Achei muito interessante este porta lápis feito de gravetos de árvores. amoremensinar.blogspot.com.

Mais trabalhos com palitos de picolé

Este gatinho é do blog Bala de Goma.

Este mensageiro dos ventos em encontrei em http://www.dicasdeartesanato.com.br/




Para fazer na escola
















Olha que lindo destes trabalhos. Podem ser feitos com as crianças na escola. Foram tirados do Painel Criativo.

Artesanato com palitos de picolé

Este foi feito com prendedores de roupa.




Para quem gosta de usar os palitos de picolé, tem ótimas idéias e peças para vender no site www.floarts.jor.br.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Oi gente, acabei de chegar!

Querido visitante,

Gosto muito de arte e artesanato, principalmente de artesanato em e.v.a. Trabalho numa escola evangélica de educação infantil, em Arcos-MG. Tenho uma irmã que faz uns bordados lindos. Vale a pena conferir: bordadosjeannevilela.blogspot.com